Mercado Municipal de São Paulo com suas cores, aromas e sabores

Ir a São Paulo e não visitar o Mercado Municipal é quase um sacrilégio!! E eu que adoro mercados fui lá conhecer, claro!

O Mercadão, como é chamado por seus frequentadores e simpatizantes, oferece um sem fim de legumes, verduras, frutas, temperos e especiarias, carnes diferenciadas, bebidas como vinhos, cervejas, destilados, tem confeitarias, restaurantes e o famosíssimo sanduíche de mortadela! Isso, aquele mesmo, com várias e várias camadas do embutido, que só de lembrar dá água na boca!! Além do pastel de bacalhau, que é, podemos dizer assim, um atentado de tão bom! 🙂mercado-municipal-sp-8Na São Paulo do início do Século 20 existiam muitos mercadinhos e armazéns, que vendiam de tudo, mas estavam espalhados pelo centro, ali pela área do Vale do Anhangabaú. Com o tempo esses comerciantes acharam que seria melhor se existisse um espaço onde todos pudessem ficar. Os anos foram passando, quando em 1925 a ideia foi posta em prática e o Mercado Municipal começou a ser construído. O local escolhido foi a Várzea do Carmo, nas imediações do Parque D. Pedro II ao lado do rio Tamanduateí, principal via de transporte fluvial da cidade. A ideia de colocá-lo junto ao rio, era para que os barcos com produtos vindos das chácaras pudessem aportar ali mesmo.mercado-municipal-sp-1O prédio, que ocupa um espaço de mais de 12 mil m², foi projetado pelo escritório do arquiteto Francisco de Paula Ramos de Azevedo, responsável por outros imóveis importantes da cidade, como o Theatro Municipal e os prédios gêmeos, ao lado da Igreja de São José de Anchieta, só para citar alguns!! O arquiteto designado por Ramos de Azevedo, para esse trabalho, foi o italiano Felizberto Ranzin.

Foram quase oito anos de obras, numa mistura de estilos arquitetônicos neogótico, neobarroco e neoclássico. Seu acabamento requintado teve painéis de azulejos provenientes da Alemanha e da Bélgica, e escada de mármore carrara. Chique demais!!! Tudo ao estilo da emergente cidade, que naquela época era tida como a “capital do café”. Mas o ponto alto são os vitrais em estilo gótico, executados com vidros coloridos vindos da Alemanha, retratando cenas do campo, como a lida com o gado, o plantio e a colheita do café, atividades econômicas do Estado naquela época.mercado-municipal-sp-27As peças são de autoria de Conrado Sorgenicht Filho, pertencente a uma tradicional família de mestres vitralinos alemães, que chegaram em São Paulo por volta de 1888. A confecção dos vitrais do Mercado Municipal demandaram a Conrado cinco anos de trabalho. No início dos anos 1990, quando o Mercado passaria por uma revitalização, Conrado Neto se responsabilizou pela restauração dos vitrais que seu pai havia criado sessenta anos antes.mercado-municipal-sp-45

mercado-municipal-sp-43

mercado-municipal-sp-44O quarteirão onde está localizado é delimitado pelas ruas da Cantareira, Mercúrio, Assad Abdala e Avenida do Estado. Sua inauguração aconteceu com festa, no dia 25 de janeiro de 1933, no aniversário de 379 anos de São Paulo.

Atualmente cerca de 1.500 funcionários movimentam em torno de 350 toneladas de alimentos/dia nos mais de 290 boxes em funcionamento. E pasmem!!! Estima-se que 14 mil pessoas circulem pelo Mercadão diariamente! É muita gente andando por lá, seja trabalhando, fazendo compras ou passeando!!! E dai que façamos parte dessa estatística eheheheh o lugar é bom mesmo!mercado-municipal-sp-12

mercado-municipal-sp-10

mercado-municipal-sp21

mercado-municipal-sp-36

Eu aproveitei para posar como modelo na banca de frutas!!! eheheheh. Por sinal, nessa banca, comi um “sanduíche” de tâmara com morango, que minha nossa! Ai que coisa boa!

Por todo o Mercado existem bares e restaurantes. Inclusive no mezanino, onde eles têm um espaço mais amplo com mesas.

E para fechar com chave de ouro, olha ele ai, o sandubão de mortadela!!! Sabiam que ele ficou famoso na década de 1930, quando o Mercadão iniciou suas atividades? Ele era uma opção de alimentação barata e acessível, primeiro para os funcionários, depois começou a chamar a atenção das pessoas que iam ao mercado, que também experimentavam e acabou por se  transformar em atração turística.

São mais de 300 g de mortadela, muito bem acomodadas em um pão francês fresquinho! Hummmm… Com o tempo outras variações foram surgindo e ao recheio original foram sendo acrescentados queijo cheddar, bacon, cebola caramelizada, alface e tomate, entre outros! É uma refeição, sem dúvida.

mercado-municipal-sp-16
Os vários “modelos” de sanduíche de mortadela, expostos na vitrine, para a escolha e apreciação dos clientes! Os mais tradicionais do Mercado Municipal estão no Hocca Bar (desde 1952) e no Bar do Mané (criado junto com o mercado, em 1933).

mercado-municipal-sp-26

mercado-municipal-sp-42

mercado-municipal-sp-23
Claro que eu tinha de achar uma banca que vendesse doces portuguese, né? Sou apaixonada por eles. Acompanhados de um expressinho puro sem açúcar então, ficam perfeitos!
mercado-municipal-sp-41
Dentro do Mercado Municipal está localizada uma das CITs, Central de Informações Turísticas. O que facilita muito, pois as meninas são muito atenciosas e sabem tudo ali do Centro. A única coisa que senti falta é que elas não têm material, como mapas, por exemplo, para entregar aos turistas. Como já tinha o meu, foi tranquilo, mas penso nos outros que chegam ali. #ficaadica !!

E esse foi mais um passeio bacanérrimo por São Paulo. Espero que tenham gostado. Ahh querem mais? Acessem São Paulo, capital – post índice, lá vocês encontrarão tudo que já escrevi  sobre a cidade! 😉

Besos


MERCADO MUNICIPAL DE SÃO PAULO|Rua da Cantareira, 306 – Centro – São Paulo – Fone: (11) 3313-3365. Funcionamento: segunda a sábado, das 06h às 18h. Domingos, das 06h às 16h. Entrada gratuita.


PLANEJE SUA VIAGEM

COMPRE SUA PASSAGEM AÉREA na LATAM, uma das maiores Cias. Aéreas do mundo.

ALUGUEL DE CARROpesquise na RentCars os melhores preços, sem cobrança de IOF e pagamento em até 12x nos Cartões Visa e Mastercard.

SEGURO DE VIAGEMReal Seguro Viagem, em até 6x sem juros nos Cartões de Crédito.  

COMPRE SUA MOEDA ESTRANGEIRA: Cotação Câmbio Turismo. Tendo a comodidade de poder retirar seu dinheiro nas lojas dos Aeroportos de Guarulhos, Congonhas, Porto Alegre, Curitiba e Florianópolis. 

DICAS DE HOSPEDAGEM: Procure no Booking e encontre as melhores ofertas!


**Gostou? Faça um comentário, inscreva-se para receber nossas dicas, curta a página! Cada que vez que você interage com o Casa de Doda, ele cresce e alcança mais viajantes. Obrigada!

*** O Casa de Doda é afiliado da LATAM, Real Seguro Viagem, RentCars, Cotação Câmbio, Booking.com e recebe uma comissão pelas reservas feitas através dos links aqui no blog. O leitor não paga nada a mais ao fazer a sua reserva pelo nosso link. Apenas contribui para que o Casa de Doda siga dando boas dicas por aqui! Muito obrigada por nos prestigiar, fazendo suas reservas aqui pelo bloguinho!

8 comentários em “Mercado Municipal de São Paulo com suas cores, aromas e sabores

    1. ahahahah então corre lá e visita logo, para salvar tua alma!!! Eu comi (e quase morri de tanto comer) o tradicional!! E não fiz foto, acredita? Fiquei tão embevecida comendo que nem tchucas pra foto!!! Beijos

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s